Uma pequena mas justa homenagem

Sr. Carlos Figueiredo do Movimento Garça Vermelha

Da esquerda para a direita: Enorá Arone Melander, Carlos Figueiredo e Gentil Gimenez, após a entrega do abaixo-assinado na subprefeitura Capela do Socorro em 22/12/2009.


No início da Quarta (4ª) Reunião Geral de Moradores das adjacências do Parque Nove de Julho convocada pelo Movimento Garça Vermelha, a mesa coordenadora da reunião pediu às dezenas de pessoas que participavam do acontecimento que realizassem “um minuto de silêncio” em homenagem ao Sr. Carlos Figueiredo, que havia falecido no dia 11/01/2010, alguns dias antes, portanto.
Nessa rápida cerimônia ficou evidenciada a emoção sentida entre os presentes, tanto pelos amigos quanto por aqueles que tiveram rápida convivência com o falecido em função do próprio movimento.
O Sr. Carlos Figueiredo teve um papel importante no Movimento Garça Vermelha, participando ativamente na coleta de assinaturas do abaixo-assinado dirigido à subprefeitura da Capela do Socorro, o que envolveu um trabalho de convencimento e conscientização junto aos moradores da Vila Represa e também participando da Comissão que entregou e protocolou junto a um assessor do subprefeito o conjunto de assinaturas recolhidas, juntamente com texto do abaixo-assinado e texto do requerimento/manifesto do Movimento Garça Vermelha.
Nascido em 31/01/1950, o Sr. Carlos iria completar sessenta anos no final de janeiro. Problemas cardíacos, depois pancreáticos, seguido falência generalizada nos órgãos foram as causas de sua morte. A crise durou aproximadamente três dias, de seu início ao desfecho fatal.
A família traumatizada pela rapidez do evento optou por um funeral discreto e restrito. O Sr. Carlos deixou a esposa, Dona Baby, os filhos Carlos e Tomy e, também, muitos familiares e amigos.
Os membros do Movimento Garça Vermelha receberam a seguinte mensagem de agradecimento por parte dos familiares do Sr. Carlos pelas mensagens de solidariedade que enviaram: “Ficará eternizado em nossos corações. Lembrando o verdadeiro Homem, pai, marido, amigo e companheiro de muitos, irá ficar gravado no coração e na memória de todos a saudades que deixa em nós, mas sua estrada será repleta de luz. Fica o carinho e a saudades. Família Figueiredo”.
Nós do Movimento Garça Vermelha que participamos de atividades das quais o Sr. Carlos também participou, prestamos justa homenagem àquele que foi o primeiro membro do grupo a nos deixar, não antes sem ter dado sua importante e inestimável contribuição.

4 comentários:

Martin disse...

Sr. Carlos foi para mim um exemplo de dedicação e comprometimento com a questão da preservação de nossa Represa Gurapiranga e de seu entorno. Foi uma pena não ter tido a oportunidade de conhecer melhor esta pessoa, com que poderia ter aprendido muitas coisas...

edmelander disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Garça Vermelha disse...

Conheci o Carlos há muitos anos atrás. Ele não se lembrava e eu demorei a me lembrar quando nos reencontramos.
Foi nos tempos em que eu pescava constantemente na Vila Represa e algumas vezes conversávamos sobre assuntos banais. Na época eu era um exímio pescador de piranhas (pirambebas), mas nunca trocamos idéias sobre isso. Mentira de pescador? Talvez.
Reencontrei-o na entrega dos documentos na subprefeitura. Soube depois do seu trabalho junto à comunidade da Vila Represa, quando da coleta de assinaturas e trabalho político de conscientização.
Fiquei chocado pela sua ausência repentina.
Não sou religioso. Aliás, sou ateu. Por isso mesmo acredito na vida, porque depois dela não há mais nada. Há uma passagem no Eclesiastes (Velho Testamento) que diz exatamente essas mesmas palavras.
No entanto, sem saber da crença do Sr. Carlos, que ele esteja no melhor lugar possível, esteja agora no local d suas crenças ou esteja em nossos corações, esse sim um lugar plausível.
Ao sr. Carlos, nosso adeus ecumênico. E que ele nos espere naquele lugar que todos nós iremos um dia, pois a morte é a única realidade futura possível, inexoravelmente.
Nosso adeus e até breve.

Melander

Tommy Sky Figueiredo disse...

Ficamos gratos pela estima e carinho demonstrados aqui pela equipe do movimento garça vermelha em respeito a memoria do meu pai

sem mais


Tommy Sky Figueiredo (Filho)